Disfunção Sacroilíaca

As articulações sacroilíacas compõem a parte posterior da cintura pélvica, entre o sacro e os ilíacos. São articulações rígidas, dotadas de pouco movimento. O termo disfunção sacroilíaca é frequentemente utilizado para descrever a dor nesta região articular, sendo causada por alterações
biomecânicas na articulação.

Numa disfunção sacroilíaca são considerados os processos degenerativos, traumáticos, infecciosos e inflamatórios, tendo como possíveis as seguintes causas:

  • Sacroileíte degenerativa
  • Laxidão dos ligamentos sacroilíacos 
  • Espondilite anquilosante; Osteoartrite 
  • Problemas congénitos (displasia sacral) 
  • Fratura 
  • Infeção crónica ou aguda 
  • Tumor 

O diagnóstico da disfunção sacroilíaca é muitas vezes dificultado uma vez que a sintomatologia referida pelo paciente é bastante semelhante a alterações ao nível da coluna lombar.

No entanto, esta disfunção está na origem de 25% das dores a nível lombar, pelo que o diagnóstico diferencial é fundamental nesta patologia.

Sistemas possivelmente relacionados:

(A menção destes sistemas é meramente informativa de acordo com os fabricantes dos sistemas, sendo sempre condicionada pelo diagnóstico e decisão médica.)